TRATAMENTO DA DEPENDÊNCIA PARA MULHERES

TRATAMENTO DA DEPENDÊNCIA PARA MULHERESA dependência química e alcoolismo entre as mulheres têm diferenças significativas quando realizamos a comparação com os homens. Além de questões biológicas, ainda há uma imensa dificuldade em superar tabus que perduram na sociedade sobre como uma mulher deve ou não se comportar.

Acontece que a dependência é uma questão de saúde pública que não escolhe gênero para se manifestar. Além do mais, as constantes provações e preconceitos aos quais o público feminino está exposto podem contribuir para a que a doença se manifeste.

Não é à toa que algumas raras políticas públicas e diversas clínicas privadas com programas direcionados especialmente para as mulheres. Assim, os resultados podem superar a média e os cuidados necessários são tomados para que haja o devido respeito ao longo do tratamento.

O tratamento precisa ser multidisciplinar e sempre visar a reintegração da paciente na sociedade. Para tanto, pode ser necessária a permanência na instituição.

A abordagem terapêutica realizada pelo Grupo Clínica de Recuperação é eficiente e possui diferentes alternativas. É fundamental analisar caso a caso para determinar qual a melhor opção possível.

Continue acompanhando e saiba um pouco mais sobre as peculiaridades do tratamento da dependência para mulheres. Boa leitura!

Características da dependência feminina

Mulheres e homens podem ter motivações semelhantes para ceder ao vício. São questões psíquicas, sociais e biológicas, especialmente no que diz respeito à sensação provocada pela substância no organismo.

No entanto, as respostas fisiológicas do corpo são distintas. Os sistema hormonal feminino é muito mais complexo e sofre alterações diárias muito mais intensas que as masculinas, gerando um ciclo vicioso difícil de se desvencilhar.

Outra característica que influencia muito é o percentual de gordura corporal. O corpo feminino é naturalmente mais propenso a ter gordura acumulada, o que eleva a absorção de substâncias como o álcool em até 30% a mais.

Estigmas sociais que a mulher dependente enfrenta

As mulheres são mais censuradas pela sociedade quando enfrentam a dependência, fazendo com que elas não busquem por tratamento por medo de serem julgadas. Também tendem a beber ou usar drogas às escondidas, o que reduz as chances de amigos e familiares perceberem e intervirem.

No caso dos homens, a embriaguez é socialmente aceita. Excessos com o uso de outras substâncias também podem vir a ocorrer sem o mesmo peso acarretado às mulheres. Com isso, perceber o vício se torna mais fácil, assim como a intervenção de terceiros para realizar um tratamento.

Esse estigma machista precisa ser superado e, lamentavelmente, a sociedade dá poucos sinais de que isso vai acontecer tão cedo. Por isso, se você é mulher e percebe que o uso de álcool ou outras substâncias está afetando os eu dia a dia, não hesite em procurar por ajuda o quanto antes!

Com a assistência adequada, é plenamente possível se recuperar com todo o respeito e afeto que você espera. Entre em contato com a equipe do Grupo Clínica de Recuperação e escolha o tratamento que melhor atende aos seus anseios e necessidades.

Aguardamos por você!

DEPENDÊNCIA QUÍMICA

Clínica especializada no tratamento de dependência química

ALCOOLISMO

Clínica especializada no combate e tratamento de alcoolismo, para homens, mulheres, idosos e adolescentes

ESQUIZOFRENIA

Tratamento da esquizofrenia, atendimento especializado e profissionais qualificados.

CASA DE REPOUSO

Casa de repouso para idosos com acompanhamento 24 horas

SOLICITE CONTATO

PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E SOLICITE CONTATO

WhatsApp

(11) 3042-4005

Telefone

(11) 4249-0224

Resgate 24 horas

Atendimento de Emergência

[]
1 Step 1
Nome Completo
Telefone
Celular
Mensagem
0 /
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right