Dependência química na adolescência

Dependência química na adolescência

- maio 1, 2020

A dependência química na adolescência é algo que tem sido cada vez mais comum, onde há um número muito grande de pessoas que procuram experimentar drogas bem cedo. No país, há uma facilidade em ter acesso as drogas consideradas ilegais, o que também gera um número maior.

Há com isso a falta de limites e desordem da mente do adolescente. O âmbito familiar pode se prejudicar muito quando se identifica que o jovem está usando drogas e passando pela dependência química. É muito importante que seja procurado tratamento o quanto antes e entendendo a importância da família no processo.

 

Uso de drogas na adolescência

A adolescência já é sozinha uma fase bem complexa, com diferentes mudanças no ser humano. É importante falar sobre isso para saber como prevenir e ampliar o conhecimento em relação as drogas. Hoje em dia, o jovem em construção vai expressar a sua identidade com práticas sociais com o objetivo de ter a integração de um grupo.

Há muito conflitos na adolescência relacionado com limites, tendo dificuldade em entender e lidar com as regras e exigências, ainda mais com o convívio familiar e com a sociedade. Minimizar esse momento é um dos erros que os adultos não podem cometer, pois a experiência de vida e o cérebro do adolescente ainda não foi completamente desenvolvido.

Tratamento de dependência química para adolescentes

A adesão para o tratamento da dependência química deve ser feita a partir de uma conversa e com a decisão de começar um tratamento de saúde. Deve ser encontrado um local adequado que forneça o atendimento especializado, contando com uma ótima relação entre os pacientes e os profissionais multifacetados.

O tratamento também deve ser pensado a partir da necessidade de incluir a família toda, com um contexto também que faça parte da vida do adolescente, como escola, amigos. Com isso, muitos fatores protetivos podem ser revisados para favorecer o desenvolvimento. É uma questão de saúde onde deve ser procurada a abstinência das drogas, mas principalmente pensando na redução de danos.

Assim, para conseguir ajudar o paciente a enfrentar a dependência química é necessário encontrar profissionais capazes que façam um atendimento que comece com o entendimento sobre a sua dependência e como está afetando e prejudicando em diferentes âmbitos. Com a ajuda da abstinência, o paciente será encorajado a um processo de autoconhecimento, procurando novas formas de obter prazer.

Existem diversas formas de falar sobre a dependência química em adolescente, pois seu uso é a consequência de algo muito mais profundo. A pessoa com vício não deixa de ser uma pessoa e não deve ser excluído da família, assim, é necessário oferecer todo o acolhimento e segurança para começar a conversa.

É fundamental que o adolescente que está enfrentando a dependência química procure a ajuda de um profissional. O atendimento no Grupo Clínica de Recuperação Reconduzir é realizado de maneira em que o paciente vai se sentir totalmente acolhido, recebendo um tratamento que vai ser pensado a partir das suas necessidades, resultando em um atendimento completo.

Compartilhe nas redes sociais