Dependência química é doença?

Dependência química é doença?

- maio 15, 2020

Muitas pessoas não sabem se a dependência química é doença ou não. As drogas que causam alguma alteração no funcionamento do cérebro são conhecidas como drogas psicoativas, como álcool, cocaína, maconha, entre outras. Apresentam um efeito agradável por um tempo, até se tornarem um problema.

Elas causam alterações no cérebro e com isso, causam também mudança nas funções psicológicas, como falta de atenção, perda de memória, percepção sensorial e a maneira com que a pessoa se relaciona com o mundo.

No mundo todo, entre 3 e 6% de pessoas consumem drogas, muitas vezes, impulsionados pela curiosidade, busca de um prazer imediato ou alívio da dor, entre outras razões. Porém, quem começa, dificilmente pensa nas consequências que esse uso pode trazer e esquece que a dependência pode trazer muitos problemas.

Quando o uso de droga se torna uma doença?

Quem utiliza a droga normalmente não sabe que pode perder o controle em algum momento e que vai ter dificuldades algum dia de ficar longe dela. Elas podem fazer mal a si mesmo, mas para os outros ao redor também. Toda pessoa que usa algum tipo de droga, corre esse tipo de risco.

A dependência é uma doença grave, pois ela vai modificar a maneira com que o dependente enxerga o mundo, além das suas relações e a maneira com que lida com a droga. Perde o controle sobre o uso, deixando de ser apenas um usuário, mas se tornando um dependente químico que tem que lidar com as consequências da substância no seu corpo.

As consequências do uso abusivo da droga podem trazer problemas fatais, com doenças como câncer, hepatite, problemas cardíacos, falta de energia, entre outros. Antes de usar qualquer tipo de droga, é importante conhecer os efeitos negativos, não apenas os positivos. Mais importante ainda, é ficar longe de qualquer tipo de substância.

O que é ser dependente químico?

A dependência química é doença e deve ser enxergada dessa forma. Muitas pessoas não sabem identificar a dependência de um usuário comum de droga, pois acham que a dependência se manifesta apenas fisicamente ou psicologicamente. Outros ainda se iludem achando que algumas drogas não viciam.

Para entender o que é a dependência química é necessário entender que quem sofre vai ter uma perda de controle do uso, não conseguindo interromper e quando começa a usar, não sabe mais dosar a quantidade que usa.

Também vai começar a deixar de lado as atividades importantes, como o trabalho, estudos ou atividades de lazer para poder usar a droga. Vai persistir usando mesmo com as consequências negativas que ela traz.

Procurando ajuda

Dessa maneira, ao identificar que alguém está passando pela dependência química, é importante procurar ajuda e encaminhar para algum modo de tratamento. A dependência química é doença crônica e não tem cura, mas não quer dizer que não haja como diminuir os seus efeitos negativos.

A Clínica Grupo de Recuperação oferece um espaço especializado no atendimento de pessoas que sofrem com a dependência química, encaminhando para um tratamento focado no respeito e eficiência.

Compartilhe nas redes sociais